quinta-feira, 14 de maio de 2009

smaak zeer van u, sonho.

«Some people are born to sit by a river, some is struck by lightning, some have an hear for music, some are artists, some swim, some know buttons, some know Shakspeare, some are mothers and some people... dance.»

And some people are born to... be happy.
Nada parecia fazer sentido, nem mesmo eu, não fazia sentido, simplesmente. A tua chegada foi como algo que sonhei durante noites a fio, desesperada por não te encontrar a meu lado na manhã recém-nascida de uma noite sonhada. Sonhei-te todas as noites, mesmo antes de te conhecer. Estranho não? Estava frio e eu arrepiava-me cada vez mais, não que o frio aumentasse mas, tive essa sensação. Abraçavas-te a mim sempre que chegavas e não mais me largavas, nem mesmo com o chegar da manhã. E acabaste mesmo por chegar. Se me largarás, isso não sei, nunca sabemos, não é verdade? Mas peço-te, não partas já. Ainda agora chegaste e eu sinto-te demasiado presente, demasiado marcado para que partas. Desde então, nada me faz perder o sorriso estúpido estampado no rosto que me denuncia em qualquer lado que passe. Olham como que curiosos, não sabem eles que vivo agora um sonho, um sonho bem real! Sabes sonho, nunca te sonhei tão de perto, nunca te sonhei realmente. Sonho-te agora, dia e noite, todos os dias. Por quanto tempo mais te sonharei?

6 comentários:

Inês disse...

aiaiaiai, é a primavera :b @ ily

Nunziuh disse...

Aproveita enquanto dura :P Sou mesmo mau X) *

David Marinho disse...

Que dure o tempo para ser inesquecível.

Beijo

bruna disse...

vais sonhar sempre, porque o ser humano é mesmo assim, sonhador (:

gmdt sawinha @ (L)

rita. disse...

o importante não é o tempo que esse sonho dure, mas sim a intensidade como é vivido :)

Maria Miguel disse...

sonharás o tempo que quiseres! basta sorrir.

Desde então, nada me faz perder o sorriso estúpido estampado no rosto que me denuncia em qualquer lado que passe. - Lindo.