domingo, 28 de novembro de 2010

#4 SOMEONE THAT CHANGED YOUR LIFE

Já nem sequer de ti sei, muito menos te conheço. Há muito que não te falo, não te escrevo... não te vejo. Esta última... enfim. Se vais perceber quem és, não sei. Se vais aceitar o que lês, se é que vás ler, coisa que eu duvido... também não sei. Quero que saibas que mudaste a minha vida. E dizer que a mudaste é pouco, porque foi por ti, por tudo que se passou que tudo mudou completamente. Fizeste de mim uma outra pessoa, mas... sabes que mais? OBRIGADO! Digo, repito e volto a repetir. E sabes quantas pessoas vão reconhecer que esta carta é para ti? Uma... e talvez poucas mais. E sabes porquê? Porque não foi só a minha vida que mudaste. Não fui a única que cresceu com tudo o que se passou. Mas hoje digo-te deste-me maturidade suficiente para aprender que coisas assim não se repetem. Aprendi contigo, aprendi com os meus erros. E há erros que não se repetem. Se te guardo? No baú das memórias... bem lá no fundo já.

Entende como quiseres... pouco (para não dizer nadame importa.

P.S.: Ninguém, nem mesmo eu, esperava que esta carta fosse dirigida a ti. By the way, hoje apeteceu-me.

2 comentários:

Sara Martins disse...

gostei!

m. disse...

e eu poderia escrever todas essas palavras porque, bem, tu sabes (L)