quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

o amor não tem receita.

Já não sei falar de amor, nem quero. Já não sei amar-te, nem o lado racional do meu eu mo permite. Já não sei o que é o amor, alguma vez soube? O amor é um nada que tudo pede e em nada acaba. Dizem que quem ama tem tudo mas, que sabem eles do amor? Amar não é sinónimo de amor, desengane-se quem assim pensa. Amar é apenas um dos muitos componentes do amor. Equiparemos o amor a uma receita, uns quantos ingredientes colocados no coração pré-aquecido a uma temperatura elevada e depois é só deixar crescer enquanto houver fermento. Entramos então no campo das relações amorosas, a muitas delas falta-lhes o ingrediente secreto e por isso mesmo acabam por queimar. E o ingrediente nunca é o mesmo, varia consoante as relações, os casais e o sentimento que os envolve. Se a base não é suficientemente sólida não há fermento nem ingrediente secreto que lhes valha, não resulta, simplesmente. Mas eu disse que não sabia falar de amor, e não sei. Não sei explicar porquês e para quês do coração e, muitas vezes, não sei chegar até ele. Não sei como nem quando nos apaixonamos, nem sequer consigo explicar o bater acelerado do coração. Já não sei falar de amor, não sei nem quero.
Amor, será um bicho estranho?
A mim parece-me que sim...

34 comentários:

inêsdecarvalho disse...

Diria-te eu que ninguém sabe explicar o amor, e aqueles idiotas que julgam fazê-lo desenganem-se, nunca sentiram. Quando ao que dizes, não sei se concordo. Há vários tipos de amor, e tudo aquilo que amas, é porque lhe tens amor, logo, o amas porque há amor, se não houvesse não amavas. O amor é estranho porque cada um lhe dá a sua importância, e todos nós sabemos falar de amor, do amor que vivemos, dos outros, nada sabemos, e nada podemos dizer. Por isso, as minhas palavras "morrem" por aqui.

amo-te (L)

Daniela. disse...

Será possível definir o amor? Não sei. Eu, pelo menos, não consigo. Mas como tu dizes "é um nada que tudo pede e em nada acaba". Corcordo.
O texto está muito bonito. Adoro a tua maneira de escrever (: *

Marta Sanchez disse...

adorei sarinha , e sim para mim também me parece um bicho estranho :x *

memories disse...

está lindo o texto.
e concordo com o teu título, o amor nã tem receita, porque o amor varia.
mas, pelo menos para mim, o amor deixou de ser um bicho estranho. preferia que o fosse, mas não é.
e se, para mim que já senti na pele o meu primeiro e único amor, é-me impossível descrevê-lo, para todos aqueles que apenas acham que o sentiram é uma tarefa pela qual nem vale o esforço. o amor sente-se, nunca se há-de explicar. e é isto de mais mágico que ele tem.

memories disse...

vou seguir o teu também :')

Eu disse...

ora aqui está mais um texto :) é verdade... quem é que saberá definir essa palavra tantas vezes usada mas tao pouco sentida? Se a palavra se resumi-se apenas ao significado presente no dicionário todas ou quase todas as pessoas saberiam conceituá-lo. No entanto presumo que a alavra "Amor" não se limite a meras palavras como descrição. xD Adorei o texto :D escreves muito bem :D hei-de querer ler um livro teu ! beijinhos [Paula]

Eu disse...

Ora aqui está mais um texto :) é verdade... quem é que saberá definir essa palavra tantas vezes usada mas tão pouco sentida? Se a palavra se resumisse apenas ao significado presente no dicionário todas ou quase todas as pessoas saberiam conceituá-lo. No entanto presumo que a palavra "Amor" não se limite a meras palavras como descrição. xD Adorei o texto :D escreves muito bem :D hei-de querer ler um livro teu ! beijinhos [Paula]

Carolina Ferreira disse...

O teu texto diz tudo mesmo *

xCARLAx disse...

que texto tão bonito*

MissLyanna disse...

wow ... o amor... o amor é uma coisa tao bonita e tao feia ao mesmo tempo. Começa sem sabermos como, acaba sem percebermos porque. O amor é uma coisa estranha, qe tao depressa nos enche de alegria, como nos invade o coraçao de tristeza. É uma coisa estranha sim, mas sabemos viver sem ele? Não :)

ly amante @

disse...

Tu não sabes e eu também não. E eu tal como tu também não quero. Põe o mundo a brilhar quando está tudo bem, joga-o para o lixo quando queima.
Tudo ao extremo. Diz antes: receita do pão que o diabo amassou ;)

disse...

Ai, sim sim! A música de fundo é Boyce Avenue *.* Perfeitoooos que eles são. O cigarro é que , pronto, naquele momento não foi metáfora não :p

Márcia disse...

Amor não tem definição (agora parecia a dama bete,kakaka). :b
amor sente-se e pronto :D
e tu és linda Sarinha@

idontwannagrowup disse...

Esse texto está lindoo *.* Vou seguir :D

idontwannagrowup disse...

Esse texto está lindoo *.* Vou seguir :D

disse...

Boyce Avenue é lindo lindo lindo lindo!
As músicas, os covers, enfim, são qualquer coisa de espantoso *_*
Destrói, mas ironia do destino, neste momento o facto de a metáfora se tornar realidade, é um momento incrível.
É só de vez em quando :P

disse...

Eu também era assim. E não quer dizer que não seja. Mas as pessoas mudam tanto, permitam-se a ter algo que lhes seja de agrado. Até porque, não vale a pena impedir seja o que for :)

Munina disse...

Para mim, e' sem duvida um bicho estranho.
Dificil de compreender, demasiado complexo.
Gosto tanto dos textos que escreves, a serio *.*
Vou acompanhar o teu blog, sim?
Beijinhos * Senão souberes quem sou, estou ali (http://carla6.hi5.com)

frAgMenTUS disse...

tens um mimo lá no meu blog
sobrevivente ao romantismo
bj

frAgMenTUS disse...

tens um mimo lá no meu blog
sobrevivente ao romantismo
bj

Sara . disse...

Não podias ter dito melhor sarinha *
Beijinho (L)

Phoebe disse...

As receitas dependem muito mais do estado de espírito que dos ingredientes que se lhes dão forma (: Quanto ao amor não sei, nem sei falar disso.

Mas gostei muito. *

JPGomez disse...

Custa mais superar se eu acreditar que não consigo, mas como por vezes duvido disso mesmo, custa mais agora que sei que a decisão é minha, e é mesmo só minha. é como dizes, o amor é dificil de explicar, e compreendê-lo então :S

butterflycaught disse...

Adorei este texto. Adorei. ;) E já agora, és muito bonita. ;)

c disse...

espera-se que sim :') que texto bonito $ *

c disse...

espera-se que sim :') que texto bonito $$

( vou seguir *

AF disse...

texto saboroso *.*
será alguem capaz de faar de amor ?

Lê... disse...

Oi linda!

Sabe,eu tbm não ando sabendo falando de amor,mas no meu caso acho que é por querer fugir dele.rs

boa semana pra ti,beijo

Neiva disse...

Está Muito Bonito o texto Saraa :)
Adorei

Anónimo disse...

ai deusaaa que lindo *.*
escreves tão beeeem, desconhecia este teu talento :P

amordemadrugada disse...

Olá cara linda!
Mas que bonito post!
Encontrei-te aki ao lado...na casita da minha Sonita! E gostei de te ler
Bom portugues e tal...Boa
O amor é só para se sentir mesmo,,, i guess!
Beijo em tu...
visita-me se desejares...eu recebo bem...lol
Parabens

Bruno Ferreira disse...

"Já não sei falar de amor, nem quero"
Sabes... nem precisava ler mais nada, só isto define o que tenho reflectido, pensado... e infelizmente...
Vivido . . .

Contudo as tuas palavras prendiam-me e acabei por chegar ao fim do texto com a sensaçao de ser "um nada que tudo pede e em nada acaba" . . .

Era bom termos essa receita no livro de culinária secreto da nossa bisavó, contudo...
É essa receita que temos de descobrir para termos a tal felicidade...

e no meio disto tudo acabaste por me deixar a pensar apenas numa unica frase...
"nem sequer consigo explicar o bater acelerado do coração". . .
:$


Beijinho*

MafaldaMacedo disse...

muito bom mesmo, :) *

Salto-Alto disse...

Fiquei fã dos teus textos, escreves lindamente!