sábado, 17 de janeiro de 2009

um sonho e, umas quantas certezas.

Aproximaste-te, em passo lento, e abraçaste-me. Assim começou o sonho que não parecia querer ter fim, não esta noite. Instintivamente, como sempre acontece quando estou contigo, entrelaçámos as mãos e sussurraste-me: anda comigo. A praia estava deserta e o mundo inteiro sorria para nós, éramos um do outro mesmo sabendo que não o éramos, confuso não? Pertences-me, de certa forma, embora eu saiba que nunca me pertencerás. Deitámo-nos na areia, mesmo à beira mar, sempre de mãos dadas. Fizemos as delícias de um casal de idosos que elegeu, tal como tu, aquele sítio para um momento que seria certamente especial. Ao aperceberem-se da nossa sintonia decidiram retirar-se e, novamente, ficámos sós. Não pedi qualquer tipo de explicação, sentia-me bem por ali estar e tu parecias saber disso. Permanecemos em silêncio durante algum tempo, contemplámos tudo o que nos rodeava até que os nossos olhares se cruzaram. Pousaste a cabeça no meu ombro e beijaste-me suavemente o pescoço, respondi com um sorriso e acariciei-te carinhosamente a face. Não havia hipótese, o mundo era nosso e dominávamos o tempo. Soltei um gosto muito de ti, sabias?, ao qual me respondeste com um eterniza este momento e, quando pensares que não estou, lembra-te dele como o momento que nos tornou num só... sempre que te sentires só, procura-me dentro de ti, irás concerteza encontrar-me, e sabes porquê? desde que apareceste e me tomaste parte dos dias, e de mim, que te trago comigo, dito isto, colocaste a minha mão sobre o teu coração e aconchegaste-me junto a ti, aqui, dentro de mim. Foi então que senti que nunca me irias abandonar nem nunca colocaras as nossas promessas em stand-by, e não te interrompi. quando te conheci achava que todas aquelas conversas eram banais, mas cedo me apercebi que tinhas chegado para ficar... construíste o teu pequeno, e ao mesmo tempo enorme, habitat dentro de mim e ali permaneces, tocaste onde nunca ninguém tocou e de uma forma única e especial, como só tu consegues. Confesso que nunca esperei ouvir-te pronunciar tais palavras, tão doces e tocantes. Sempre fomos bastante amigos e eu sempre soube que era especial mas, não sabia que era assim tanto. Resolvi interromper, pareceu-me oportuno. uma certeza eu tenho e, essa ninguém me pode tirar. Perguntaste-me, um pouco a medo: a de que somos eternos e nunca me perderás? Deixei cair uma lágrima, aquela conversa mexia, de certa forma, comigo. sim, é essa a única certeza que tenho na vida. Sussurraste-me, enquanto me passavas a mão pelo rosto, em voz baixinha e terna: guarda isto como a tua maior certeza, gosto muito de ti. Adormeci ao som da tua voz e, quando acordei deparei-me com a cama semi-vazia, um sonho fugidio e um sorriso estampado no rosto.

19 comentários:

Nunziuh disse...

Foi um sonho mas não deixa de ser algo bonito. :) Muito boas as palavras oh. Não me imagino a fazer uma declaração dessas. lol! *medoooo* :P

Nunziuh disse...

Não me substimes Sara Ribeiro da Silva.. :P

ISLY disse...

se acreditarmos que sim, então esse sonho pode mesmo virar realidade.
invejo a tua forma de escrever. é brilhante *

margarida disse...

Os sonhos? são para serem sonhados, não há vivências. Tu sonhas aquilo que mais gostarias que acontecesse porque, de certa forma, sabes que só o viver se sonhares. E ao menos, enquanto vives, aprende, não cries ilusões, mata-as, de nada servem :)

amo-te (L)

Joana... disse...

E não são os sonhos que comandam a nossa vida?
Adorei o texto. Está perfeito. A escolha das palavras,a descriçao, tudo...e ao acabar de ler o texto tinha um sorriso "tolo" no rosto e a dizer para mim mesma "é um sonho perfeito".

Beijinho*

The Stone Angel disse...

Enquanto sonhas, arranjas novas formas de viajar, com a mente. E se os sonhos te fazem feliz... Mas atenção, existe sempre uma barreira entre a fantasia e a realidade, não a passes, nem para entrares completamente no mundo da fantasia, nem para viveres numa realidade sem sonhos nenhuns. Existe sempre um equilibrio, não esqueças. Um beijinho querida, e embora tenha sido um sonho, foi um sonho lindissimo, e escreves muito bem. *

JPGomez disse...

Tomara todos poderem ter sonhos assim, tão perfeitinhos.

Gosto tanto do que escreves. *-*

mfc disse...

Um sonho que qualquer um gostaria que tivesse sido realidade!

Angie Von D. disse...

E os sonhos não são tudo na vida.
Não foi SÓ um sonho. Foi O SONHO.

:)

Angie Von D. disse...

ps: na primeira frase esqueci-me do ponto de interrogação.

Lê... disse...

Oi linda!To chegando de férias e passando pra ler os amigos!Adorei seu post!Alias todos os seus escritos são excelente!

beijão e uma linda semana!

JoanaFilipa disse...

Se todos os sonhos fossem tao prefeitinhos nimguem deixaria de sonhar! Mas se acreditarmos esses sonhos podem se tornar reais.

Gosto muito do qe escreves +.+

JPGomez disse...

eu já tinha visto o teu fotolog, e gostei muito do que tinhas escrito numa das fotos, já não me lembro é qual xD

Vera disse...

Já que na realidade não temos motivos desses que nos fazem sorrir, ao menos temos nos sonhos. Mas não podemos esquecer que sonhos são sonhos, e é um grande erro criarmos ilusões à volta deles.

Amo-te (L)

Dan. disse...

Era bom que todos os nossos sonhos se tornassem realidade. Vou seguir *

Sónia disse...

é verdade sim :') amei o que escreveste mas mesmo !

MissLyanna disse...

Sonhos...

amante @

Anónimo disse...

'Não havia hipótese, o mundo era nosso e dominávamos o tempo' Lindoooo *.*
ai deusaa venero os teus textos

Salto-Alto disse...

Espero que esse sonho se torne realidade bem depressa!