quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

não penses, vem.


Vem, vem e aquece-me, vem e aquece os meus sonhos cor de nada carregados da tua ausência. Vem, não esperes que eu chegue, adianta-te. Vem, chega antes que te espere. Vem, quero-te aqui. Alguma vez te disse? Ou melhor, será preciso dizer? Vem apenas, não te questiones. Vem, vem que eu espero sem estar à espera. Vem, mas vem rápido, não é que possa ser tarde demais, é que sinto a tua falta. Vem, não digas nada mas vem, não penses no que poderá acontecer, mas vem.

E agora, vens?

11 comentários:

miguel m. disse...

'' E agora, vens? ''
estou a ir.
tenho saudades tuas e saudades dos nossos sorrisos mas nunca me esqueço de ti, amor.
adoro-te muito. especial... :$ @

disse...

"Vem, mas vem rápido, não é que possa ser tarde demais, é que sinto a tua falta. Vem, não digas nada mas vem, não penses no que poderá acontecer, mas vem"

Espero mesmo que venha (:
Perfeitíssimo. E nós precisamos tanto disso. Menos questões racionais e mais felicidade.

MissLyanna disse...

eu vou :) *

amanté (L)

butterflycaught disse...

que texto tão querido com palavras suaves :*

margarida disse...

eu vou, todos os dias da minha vida estou contigo (L) amo-te sempre.

Aevskir disse...

Tal como a Teresa disse, precisamos de pôr a racionalidade de lado de vez em quando.

Porque não ouvir os nossos impulsos? Porque não permitir que apenas as sensações se façam sentir, nem que seja por um instante?


Adorei o texto. E obrigada pela passagem no meu espaço. (:

JPGomez disse...

Escreves tão bem. *-*

Érica disse...

Eu não resistiria ao teu chamado! Adorei teu texto... Parabéns!

Tatiana disse...

inapaaa tenho nome xD
eu vouu deusaa, sempre que chamares eu vouuu

Anónimo disse...

o texto está optimo! Parabens
só para avisar que andas a ser plagiada...
nao é justo, no meu ponto de vista.. :/

http://www.hi5.com/friend/p37352169--Marina_Silva--html

sararibeirodasilva disse...

Obrigado anónimo :)