quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

tenho-te em mim, no meu olhar.


És parte do sorriso perdido num passado que outrora vivi, ou melhor, vivemos. Um outro sorriso nasceu, uma nova vida ganhei enquanto te vi fugir, pouco a pouco, meu amor nunca conquistado. Peço desculpa se te quis de uma forma que não pensaste nunca querer-me a mim mas, o culpado certamente foste tu, fomos nós mas, mesmo assim, peço desculpa. Desculpa se entrei mais do que devia e deixei que entrasses por completo e desculpa novamente se te retive cá dentro e não quero que saias. Estarás sempre preso e ao mesmo tempo solto, o meu coração guarda-te, vais e voltas sempre que quiseres. Não peço que fiques nem que vás, quero-te aqui, sempre que possível e, não gosto quando vais. Enquanto entraste, de passo acelerado, deste sinais de que ficarias sempre, sem nunca sair, não completamente. Estavam certos os sinais, 'estás tão perto e tão longe', mas estás e, estás sempre. Guardo o teu sorriso no olhar e os teus braços à minha volta, como se o visse cada vez que visualizo uma mensagem tua e o sentisse cada vez que em ti penso, o que acontece frequentemente. Desculpa, não consigo evitar, talvez fosse mais fácil se não me perseguisses, noite após noite, em todos os sonhos perdidos ao acordar. O despertador estraga-me o dia, não fosse ele e passávamos muito mais tempo juntos. Já habituada ao mau-humor matinal derivado do teu súbito desaparecimento ao som da música que me desperta e ao mesmo tempo me faz querer, ainda mais, voltar a adormecer ao lembrar-me de ti, consomes-me, não a alma, mas a mim. Consomes-me os dias. Desculpa, não és tu, é a tua ausência.

18 comentários:

miguel m. disse...

apesar de tudo, está tão bonito amor. as ausências doem, mas nós somos fortes. por mais que sofra, sei que tenho a tua amizade, essa nunca está ausente! obrigado por tudo, também estou sempre contigo :D adoro-te muito bé @

margarida disse...

Não deixes que nada te consuma, porque tu és tu e estás acima de qualquer outra pessoa. Primeiro que tudo: tu és o teu sorriso, tu és o que te preenche, tu amas-te a ti, tu precisas-te a ti! E depois disso, vêm os outros. As ausências doem, as saudades magoam, mas são a prova de que o passado realmente valeu a pena. Agora, amor, é preciso fechar um ciclo e começar outro. É preciso saber virar a página quando se chega ao fim do capitulo, e será que ele alguma vez começou? Estou aqui para te ajudar a passar por isto como tu me ajudaste sempre a mim! amo-te muito bebé (L)

disse...

"Desculpa não és tu, é a tua ausência"
É incrível como a ausência consegue consumir bem mais que qualquer coisa. Ausência traz tristeza, saudade e tudo mais.

É uma mar de sentimentos no qual nenhum nadador é perfeito.

frAgMenTUS disse...

em 1º lugar, q giro o ome dos nossos blogs, parecdos, não é?
qto ao teu texto, demonstra entrega, qdo alguém se fez tatuagem em nós, mesmo qdo o desamor se instala sem queremos, sem pedirmos...mas nada acontece por acaso!
o import é sabermos evoluir espiritualmente como pessoas, nestas aprendizagens q a vida nos dá e tu, tens uma vida pela frente, certamente tão bonita qto o teu rosto e a tua alma!
um sorriso neste dia de sol :)
bj

fragmentus

Joana... disse...

"desculpa novamente se te retive cá dentro e não quero que saias.
Não peço que fiques nem que vás, quero-te aqui, sempre que possível e, não gosto quando vais."

É que sinto essas palavras, acima supracitadas, em mim...não é facil lidar com a "ausencia" de alguem k gostamos realmente.É sempre dificil e a "Cura" pode ser rapida ou lenta...no caso de ser lenta vai nos consumindo dia apos dia de uma forma inexplicavel que quem sabe sabe o que é e o quanto custa.

****

Lê... disse...

Oi Sara!

Que lindo seus escritos,adorei!
É a ausencia consome mesmo...dia a dia vai nos devorando a saudade,a falta... e dói!...

Linda,qto a que me perguntaste é sim cronicas de Margarida,lindo,né?!?

Obrigada pela visita,convido-te a voltar sempre.

beijo

AF disse...

Obrigada por passares, escreves mesmo bem.
Um beijinhos em silêncio para não te acordar.

meus instantes e momentos disse...

ótimo texto, muito bem escrito, lindo de ler.
Gostei daqui.
Tenha um feliz final de semana.
maurizio

mdsol disse...

Olá Sara
Que boa visita lá e que boa surpresa aqui! Tão jovem e tão segura...
:)))

AF disse...

tentarei passar cá sempre que possível também.
beijinhos.

PaulaPan disse...

Obg pelo comentario xD

Sim e consigo sentir em mim propria, as palavras que descreveste neste texto...
A distancia é uma porcaria :S mas enfim... ha k lutar... Bj

David Marinho disse...

A ausência diz tudo na vida. E até nesses amores-perdidos-que-dizem-tudo somos consumidores, que nos consomem o que nos move nessas estradas da vida. Lutar, não desistir...palavras apenas, falta os gestos.

Boa sorte.

Beijinho

Salto-Alto disse...

O texto está lindíssimo! Adorei! E fiquei fã! :)

Aproveito para te agradecer as visitas e os comentários ao meu blogue, até porque foi por eles que vim conhecer o teu! E gostei! Espero que te tenhas divertido lá no meu cantinho! Volta sempre! Beijocas!

Andreia disse...

Descreve na perfeição o meu sentimento.
Escreves mesmo bem :)

Beijo*

Joana disse...

"Guardo o teu sorriso no olhar e os teus braços à minha volta, como se o visse cada vez que visualizo uma mensagem tua e o sentisse cada vez que em ti penso"

Às vezes também me acontece isso mas acredito que, na tua situação, isso seja um sentimento negativo.
=/

Obrigada pelo comentário!

Beijinho

Vanessa. disse...

Que texto fantástico Sara, adorei!

Catarina disse...

Minha linda

Que texto tão bonito , apesar de ser um pedacinho tristonho . Sei que estás a sofrer , sei que talvez querias remedir os erros cometidos anteriormente mas isso infelizmente não podes fazer . Tens mais é que pensar que essa dor há-de sarrar com o tempo , que nesse tempo terás o apoio da familia , dos amigos é nisso que tens de pensar , que nunca estarás sozinha neste mundo .
Tens de ter orgulho na pessoa que demonstras ser , que dentro de uma menina frágil existe uma mulher forte capaz de superar qualquer desgosto de amor , até porque se esse amor acabou é porque o tal alguém não soube cuidar de ti , dar-te o melhor do mundo .

Já te adicioneino meu

Beijinho **********

Tatiana disse...

Desculpa invandir seu blog sem convite...Mas os bons ventos troxeram-me até aqui e adorei o que li.
Tornei-me seguidora!
Um beijo com carinho