sábado, 10 de janeiro de 2009

a razão do coração.

Todos nós temos duas grandes forças que nos movem: a razão e o coração. Há sempre uma delas que vence e, na maioria das vezes, quem não se guia pelo coração? Há algo mais forte que aquilo que sentimos? Não, nem mesmo o lado racional das coisas, no qual muitas das vezes deveriamos pensar antes de agir mas, nem sempre o que é racional e pensado é mais correcto que o sentido e impulsivo. Pensamos que nos conhecemos mas, todos os dias nos surpreendemos a nós próprios e também aos outros e não, não é quando agimos racionalmente mas sim com tudo aquilo que sentimos. Sou uma pessoa de razões, actos pensados extremamente estruturados mas sempre com algum sentimento por detrás. E podem criticar, chamar à razão, não tentem é mudar isso porque, missão impossível.

18 comentários:

Márcia@ disse...

Não podia concordar mais Sara.
Há muita gente que não alcança os seus objectivos por pensar racionalmente,não dar o devido valor ao sentimento e a tudo o que ele (e só ele) pode mover e vencer.

Ninguém deve tentar mudar ngm, as pessoas mudam por quem devem mudar e porqe qerem e sentem necessidade.
grande beijinho@

Catarina disse...

Ola sara

Tens toda a razão . Hoje em dia há pessoas que não dão ouvidos ao coração nem á razão . Por vezes o nosso coração é mais forte que a razão e nessas vezes podemos sofrer como tabém podemos ter uma história bonita . Basta sim ouvirmos os nossos sentimentos , ver o que é que queremos para a nossa vida .
Nalguns casos , certos amigos tentam fazer com que mudemos de opinião , podemos ouvir os onselhos deles mas a decisão cada só a nós decidir .

Gostei muito

Beijinho ***********

frAgMenTUS disse...

de facto, o coração é a razao + sublime q existe!:)
bj

O Profeta disse...

Um abrigo feito de pedras
Uma porta sem entrada
Uma janela fugida à luz
Aprisiona alma desencontrada

Um tecto feito de estrelas
A Lua brinca com fios de luz
Um cometa passou rasante
Um coração o outro seduz



Bom domingo


Mágico beijo

The Stone Angel disse...

é sempre complicado tentar conciliar as duas coisas, mas não é de todo impossivel *

margarida disse...

e o mais sensato seria encontrar o meio termo entre as duas coisas. ly

CãoSarnento disse...

Eu costumo definir-me com uma frase (que penso ser de um escritor/filósofo espanhol, Ortega Y Gasset, que eu não sou muito dado a "filosofisses", ainda para mais de um franquista eheheh):
- Eu sou eu e a minha circunstância.
Cada um de nós é (teoricamente) fruto da herança genética que recebemos, condicionada pelo que a vida fez de nós.
Eu tenho sempre muita dificuldade em classificar-me e fico algo desconsertado quando alguém tem a veleidade de achar que me conhece muito bem, quando eu próprio tenho momentos em que não me reconheço.
É verdade que tento manter maioritariamente uma atitude racional perante a vida, mas se por vezes posso parecer uma pessoa fria, sem sentimentos e até com momentos de grande cegueira provocados pela revolta, é preciso muito pouco para quebrar a fina camada de gelo que me rodeia e seguir o que me manda o coração.
Acho que o amor tem um papel fundamental na quebra das regras impostas e é impossível vivermos sem amor.

Obrigado pela visita.
Beijos.

pieces of me (Luna) disse...

A parte mais bonita da vida é saber que vamos morrer sem aprender tudo o que há para aprender.. e que a nossa vida será uma busca de conhecimento constante... Podemos não nos conhecer a nós, nem aos outros.. mas é isso que nos dá vontade de estar com essas pessoas.

beijinhooo...

P.S. tens um blog muito querido e sincero.. gostei

disse...

Não vale misturar o lado racional com o emocional. Simplesmente não combinam e algum acaba por se dar muito mal.

Joana... disse...

O coraçao e a razao vao andar sempre de maos dadas...compete a cada uma decidir kal o caminho a seguir. Adorei =)

**

AF disse...

e quem pode criticar quem segue o coração ?
'que atire a 1ª pedra'

umbeijosilencioso *.*

Nunziuh disse...

Mas aquilo não se trata de uma mulher perfeita que ande para aí no mundo à espreita. Trata-se da minha imagem de uma mulher perfeita que eu gostaria de ter. Não quer dizer que quando eu ,e se, encontrar uma assim vou ficar completamente apaixonado. Vamos a ver :)

Em relação ao teu post... Se o "tu" se inclui no coração então posso dizer que sim aceito completamente o que dizes. Muito bem visto até. Apesar de eu ser muito mais racional devido a longas brigas com o coração :P

Ty pelo comment*

Nunziuh disse...

Eu vou seguir também. A ver se acompanho isto. Porque gostei do que li mas também pelas palavras sábias que me dirigiste :) E posso saber onde é que me foste encontrar? :P

Salto-Alto disse...

Gostei do texto e adorei as pulseiras!!! ;p

Beijocas!

IFA disse...

tens toda a razao naquilo que dizes, nao ha mesmo nada mais forte do que aquilo que sentimos. O sentimento é uma especie de comando em nós e muitas das vezes quem nos dera tirar as pilhas a esse comando, somente uma vez.

Princezinha :D (L)

Ana Pliim disse...

Adorei o que escreves-te, tens imensa razão, é mesmo dificil conciliar o coração e a razão.

Anónimo disse...

ADOREI D+!FAI FICAR ÓTIMO NO MEU QUESTIONÁRIO.MUITO OBRIGADO!

Anónimo disse...

ADOREI ESSE TEXTO!TEM TUDO HAVER COMIGO:RAZÃO E CORAÇÃO,CORAÇÃO E RAZÃO,POIS Ñ PODEMOS RECONHECER UM SENTIMENTO (AMOR) QUANDO ESTAMOS SENTINDO OUTRA COISA (ÓDIO)TOTALMENTE DIFERENTE.OBRIGADO